Tratamentos não invasivos e de rápida recuperação são os mais buscados pelos pacientes

Há alguns anos, quando se falava em tecnologia, a ligação que se fazia era a técnicas, métodos e processos ligados apenas à engenharia e a ciência. Mas hoje o cenário é diferente: a tecnologia já ultrapassou barreiras, principalmente quando sua utilização é em prol da beleza, e está cada vez mais presente na Medicina – e, claro, em constante evolução. 

Nos consultórios dermatológicos, por exemplo, é graças à evolução de várias tecnologias que pacientes podem desfrutar de tratamentos cada vez mais completos, de resultados mais rápidos e com conforto e comodidade necessários.

Para a Dra. Fernanda Berti Rocha Mendes, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o paciente não quer apenas um tratamento estético, mas sim conforto, segurança e procedimentos com rápida recuperação.

“Na correria que vivemos nos dias atuais, os pacientes não podem e não querem perder tempo de trabalho ou vida social devido à restrição pós-procedimento. Portanto, as tecnologias mais modernas tendem a não ter downtime, ou seja, são mais eficazes e menos doloridas e os pacientes não têm restrições das atividades habituais após o procedimento”, comenta a especialista.

Tecnologia aliada à beleza

Remoção de manchas, espinhas, tratamento para flacidez facial e corporal, melasma, rugas: os tratamentos a laser oferecem muito mais que a correção de um problema ou uma imperfeição, mas devolvem ao paciente a beleza e a autoestima.

De acordo com Fernanda, um dos “queridinhos” do momento é o tratamento com ultrassom microfocado com a utilização da tecnologia Liftera, que apresenta soluções não invasivas para lifting e contorno facial e corporal. Ela possui dois tipos de aplicadores – Caneta Liftera e o Aplicador em Linha – , potencializando os resultados e oferecendo mais conforto e segurança ao paciente.

“O Liftera é considerado uma tecnologia inovadora porque é o único ultrassom do mercado com disparo digital controlado e estável, aumentando a eficácia do ponto de coagulação no tecido e proporcionando o efeito térmico e mecânico desejado, sem causar dor ao paciente. Portanto, ele é mais preciso, o que possibilita ter resultados mais eficientes e tratamento indolor”, explica a dermatologista.

Com essa tecnologia, não existe alteração da cor ou textura da pele: o paciente pode sair do consultório e retornar imediatamente ao trabalho ou a qualquer compromisso, sem aparentar que fez algum tratamento médico.

Como funciona a tecnologia

O Liftera utiliza a Tecnologia de Difusão Térmica (TDT), que acelera a remodelação das fibras de colágeno na pele através da irradiação do ultrassom microfocado em alta velocidade em pontos específicos, sem causar nenhum dano nas camadas superficiais. Ele  promove múltiplos pontos de coagulação na derme, o que promove a neocolagênese, ou seja, a formação de novo colágeno, causando um espessamento na derme e melhorando a flacidez. 

“Portanto”, lembra Fernanda, “nenhum produto é injetado, e sim, o próprio organismo produz colágeno após o estímulo do aparelho, o que proporciona um resultado natural e gradual na melhora da pele e aparência do paciente. A tecnologia é segura, oferece conforto ao paciente e o procedimento, em si, é rápido”.

A partir dos 30 anos há uma degradação fisiológica de colágeno da pele, o que se acentua drasticamente após a menopausa. Por isso é importante tratar e reposicionar as estruturas. No geral, a indicação é realizar este estímulo uma vez ao ano, mas cada caso deve ser individualizado.

Principais indicações do Liftera

O Liftera apresenta soluções não invasivas para lifting e contorno facial e corporal. Para a face, é indicado para o tratamento de pálpebras,  fronte, rugas, lábios, queixo e contorno facial. Com a exclusiva Caneta, é possível dar mais atenção a áreas como pálpebra inferior, eliminando rugas, bolsas de gordura, flacidez, papada, sulco nasogeniano, dentre outras áreas.

“A caneta aplicadora do Liftera possui um design ergonômico, facilitando a realização de procedimentos em regiões curvas e detalhadas da pele, com sua exclusiva tecnologia de movimento”, explica Fernanda.

Já para a parte corporal, a tecnologia pode ser aplicada em quase todas as áreas, incluindo o abdômen, braços, gordura pré-axilar, joelhos, interno de coxa, interno de braço (“gordurinha do tchau”), flancos, entre outras. É eficaz para aumentar a firmeza da pele do corpo, bem como melhorar o contorno corporal.

O que esperar dos resultados

A médica lembra que é importante alinhar a expectativa do paciente com a orientação de que o resultado total do tratamento leva até 3 meses, pois é o tempo de formação do novo colágeno. Também é preciso identificar a flacidez intensa com indicação cirúrgica, pois nestes casos, mesmo com a melhora da pele, não terá a resolução total do problema – ou haverá a necessidade de um maior número de sessões.

“Em geral, os pacientes que fazem o tratamento com a tecnologia se sentem muito satisfeitos e se surpreendem com o resultado, tornando-se assíduos a ela”, finaliza.

Sobre Fernanda Berti Rocha Mendes

Fernanda Berti Rocha Mendes é dermatologista (CRM 130555-SP | RQE: 47810-SP), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Doutora em Ciências – Área de Oncologia pelo A. C. Camargo Cancer Center.

Sobre Liftera

Liftera é a mais revolucionária e inovadora tecnologia de ultrassom microfocado, oferecendo duas opções de aplicadores (Caneta Liftera e aplicador em Linha), proporcionando mais ergonomia e rapidez nas aplicações.

A tecnologia faz o tratamento não invasivo de lifting e contorno facial, pescoço e corpo e entrega energia térmica na pele de maneira mais eficaz e segura, fortalecendo as diferentes camadas e promovendo o lifting facial, a firmeza da pele e a remodelação do contorno corporal.

Pin It on Pinterest

Olá! Bem vinda (o)!