Nossa pele frequentemente sofre os efeitos do sol, da água do mar e de outros agentes externos. Como destaca a Dra. Marta Prieto, renomada especialista em medicina estética: “Embora seja importante cuidar da pele o ano todo, há estações em que a pele pede um ‘mimo especial’. O verão é uma das épocas em que mais fazemos nossa pele sofrer, não só por causa da exposição excessiva ao sol, mas também por causa de fatores ambientais inerentes à estação: ambiente mais seco, salitre do mar, cloro das piscinas… Depois desses meses de ‘excessos’, o primeiro passo deve ser uma limpeza profunda como uma etapa preparatória para nossa pele”.

Uma boa rotina de cuidados faciais com limpeza e hidratação diárias, além do uso regular de protetor solar, ajudará a eliminar as células danificadas e a estimular a regeneração celular. Escolher os produtos certos para sua pele sempre será essencial para obter os melhores resultados. No entanto, existem produtos infalíveis, como o retinol, considerado por muitos especialistas do setor, como o Dr. Carlos López, como “o melhor produto pós-verão”. Entretanto, para tratar os danos mais profundos causados durante o verão, os tratamentos estéticos pós-verão são recomendados como um tratamento complementar que oferece resultados notáveis na recuperação da pele.

Os 5 tratamentos mais recomendados para a recuperação da pele danificada pelo sol, de acordo com os especialistas

  1. Liftera HIFU: esse sistema de rejuvenescimento facial não invasivo usa ultrassom para tratar com eficácia os sinais de envelhecimento, melhorando a aparência sem a necessidade de cirurgia. Ele concentra a energia do ultrassom em pontos específicos do tecido sem danificar as áreas adjacentes, proporcionando resultados notáveis. De acordo com os especialistas, esse tratamento oferece uma solução abrangente para a recuperação da pele após o verão, ajudando a restaurar a vitalidade, a hidratação e o brilho perdidos. O tratamento é indolor e oferece benefícios como resultados imediatos e ausência de sintomas, como hematomas ou vermelhidão. “Ele funciona por meio de aquecimento de forma controlada e pode tratar todas as camadas da pele, melhorando sua qualidade sem adicionar volume, resultando em uma melhor aparência da pele”, diz o Dr. Carlos López.Outros especialistas, como a Dra. Keila Mitsunaga, destacam o valor agregado do HIFU e afirmam que “esse tipo de tratamento é indicado para estimular o colágeno, tratar rugas finas, flacidez e acúmulo de gordura. É um tratamento muito completo que visa melhorar a qualidade da pele e gerar firmeza”. A Dra. Marta Prieto, com centros especializados em medicina estética em Madri e na Galícia, o define como uma “bomba de colágeno”. Ela também se refere ao Liftera e destaca especificamente “a inexistência de tempos de recuperação e o fato de ser um tratamento integral de 360º que nos permite melhorar pequenos acúmulos de gordura em áreas como queixo duplo ou bolsas nos olhos, para buscar o ‘efeito bichectomia’; e tudo isso enquanto melhora a firmeza dos tecidos e redensifica a pele do paciente”.
  2. Microdermoabrasão: esse tratamento facial consiste em remover as camadas superficiais da pele usando uma máquina com ponta de diamante, obtendo uma esfoliação suave e uma limpeza profunda. A microdermoabrasão ajuda a remover as células mortas da pele e a melhorar a aparência da pele, alcançando uma renovação celular, como explica a Dra. Keila Mitsunaga: “são tratamentos indicados para a renovação celular e remoção de células danificadas, para que possam recuperar o brilho da pele”.
  3. Peeling químico: tratamento facial que utiliza ácidos para remover as camadas superficiais da pele, uniformizando o tom e tratando as imperfeições. Esse tratamento é eficaz na remoção de manchas e na reversão dos danos causados pelo fotoenvelhecimento. “Os peelings químicos são uma boa opção para restaurar o brilho e a vitalidade da pele, ao mesmo tempo em que ‘uniformizam’ um pouco o tom”, confessa a Dra. Marta Prieto. Os especialistas concordam que os tratamentos antimanchas estão entre os mais populares após as férias de verão.
  4. Hidratação profunda com ácido hialurônico: ajuda a hidratar e a restaurar a firmeza perdida durante o verão, proporcionando uma aparência mais rejuvenescida. A Dra. Keila explica sobre esse tratamento: “A injeção cutânea de ácido hialurônico hidrata a pele, trata as rugas finas e melhora a elasticidade. Esse tratamento pode ser combinado com HIFU. O ideal é que a HIFU seja realizada antes e depois a injeção de ácido hialurônico.
  5. Mesoterapia facial: essa técnica de medicina estética consiste na infiltração de uma mistura de vitaminas, ácido hialurônico e outros nutrientes para nutrir profundamente a pele, reduzir as rugas e aumentar a luminosidade. De acordo com a Dra. Marta Prieto: “graças ao método de microinjeções na pele, com o qual a mesoterapia facial é aplicada, podemos chegar à derme, favorecendo uma hidratação mais profunda, ‘de dentro para fora’, enquanto estimulamos a produção de colágeno e elastina”. Com esse método, poderemos recuperar a vitalidade de nossa pele.

A Dra. Marta Prieto enfatiza que esses 5 tratamentos são eficazes e benéficos para a nossa pele. No entanto, “recentemente, a maior demanda tem sido pela tecnologia HIFU devido ao seu efeito imediato de ‘bom rosto’ e à melhora geral que proporciona em curto prazo, além da ausência de um período de recuperação posterior. Com essa nova tecnologia, conseguimos dar firmeza aos tecidos, ao mesmo tempo em que favorecemos um aumento exponencial na produção de colágeno. Assim, nossa pele não só parecerá mais lisa, mas também muito mais ‘suculenta’ e cheia”.

Os especialistas enfatizam a importância de seguir uma rotina cosmética diária adequada durante todo o ano. E, embora existam tratamentos que não são aconselháveis dependendo da época do ano ou da situação em que se encontra nossa pele, atualmente existem tratamentos que são atemporais, como certos tratamentos HIFU que podem ser combinados entre si.

Pin It on Pinterest

Olá! Bem vinda (o)!