Atualmente, sabe-se que quatro em cada 10 espanhóis entre 16 e 70 anos de idade são usuários de medicina estética. Esse número tem aumentado, especialmente após a pandemia, e os especialistas estimam que seja em torno de 30%. A preocupação com a imagem física e com a saúde já não é apenas uma questão de países asiáticos ou latino-americanos, a Espanha está subindo no ranking e agora é um dos 20 países do mundo com o maior número de tratamentos de medicina estética. E nesse crescimento do setor, os avanços na tecnologia e nos equipamentos profissionais de estética tiveram um papel fundamental.

“É perceptível?” Essa é uma das perguntas mais recorrentes e, ao mesmo tempo, mais temidas por mulheres e homens que se submeteram a algum tipo de tratamento estético. O medo do resultado final leva muitos dos pacientes a uma necessidade inerente de saber mais, comparar e pedir uma opinião antes de se colocar nas mãos de qualquer profissional. “Embora as mulheres sejam o perfil com mais experiência nesse campo e sejam as visitantes mais frequentes dos centros e clínicas de medicina estética, há cada vez mais homens que são incentivados a experimentar alguns dos tratamentos, geralmente por recomendação de suas parceiras ou de pessoas em quem confiam”, explica o Dr. Carlos López, especialista em medicina estética da Clínica Dermatológica de Felipe.

35% das consultas estéticas já são feitas por homens

De acordo com o último relatório da Sociedade Espanhola de Medicina Estética, três em cada dez homens usam serviços de medicina estética, que estão crescendo significativamente entre os homens. Assim, o aumento entre os homens é de (10%). Entre as mulheres, o aumento é moderado e é de (2%). “Claramente, houve um aumento na demanda do público masculino, que agora representa aproximadamente 35% do tipo de paciente nas clínicas. A excelente reputação do setor em nosso país e a chegada de novas tecnologias inovadoras, que favorecem especialmente a redução dos sintomas durante e após o tratamento, é um dos principais motivos que incentivam os homens a se submeterem a esse tipo de tratamento”, acrescenta o Dr. Carlos López.

Os profissionais dessa disciplina médica concordam com a demanda por tratamentos estéticos faciais entre o público masculino. Tratamentos que se concentram especificamente no cuidado com o contorno dos olhos com o objetivo de reduzir as olheiras, bem como tratamentos que ajudam a reduzir a papada para maior definição da mandíbula. “Os homens são atraídos por esses tratamentos que estão se tornando mais populares porque são indolores, práticos, acessíveis e com resultados mais naturais que permitem personalizar e se adaptar à fisionomia de cada pessoa. Eles querem receber o tratamento e continuar imediatamente com sua rotina sem quase nenhum sintoma, como vermelhidão ou hematomas”, acrescenta o Dr. Carlos.

Tecnologia de ultrassom microfocado: a favorita DELES

Nos últimos anos, a demanda por procedimentos faciais especializados tem aumentado e, como resultado, surgiram dispositivos médicos inovadores de HIFU para ajudar a combater o envelhecimento com resultados de “micro-lifting”, sem cirurgia. Entre eles está a Asterasys, da Coreia, que chegou recentemente à Europa no início deste ano com sua tecnologia Liftera. Um tratamento que é conhecido por ser usado por pessoas conhecidas, como o jogador de futebol Neymar.

O Liftera utiliza uma tecnologia inovadora de ultrassom microfocado. É um aparelho com o objetivo de combater o envelhecimento, pioneiro no mercado por ser indolor e altamente eficaz. Uma máquina projetada para tratamentos não invasivos de lifting e endurecimento da pele do rosto e do pescoço, bem como tratamentos corporais para tratar a flacidez e pequenas áreas de gordura localizada. Também tem o benefício do tratamento multifuncional usando a Unidade de Potência Digital (DPU), ultrassom digital microfocado ou de pulso digitalizado e a exclusiva tecnologia de Tratamento por Difusão Térmica (TDT), que aprimora os resultados e amplia as possibilidades de tratamentos com muito mais segurança e conforto.

Nas palavras do Dr. Carlos: “Já usamos esse tipo de tecnologia em pacientes do sexo feminino e masculino em nosso centro e um dos aspectos que eles mais destacam é o resultado mais natural e o fato de não ser doloroso em comparação com outros tratamentos. Eu realmente acho que essa tecnologia é uma das melhores apostas para este ano e uma revolução nos tratamentos faciais. Além disso, dois dos principais benefícios dessa tecnologia são o fato de o resultado ser imediato e duradouro. “Os pacientes podem ver esses resultados antes de sair da clínica, no mesmo dia, e sem efeitos colaterais como vermelhidão ou hematomas, algo que satisfaz principalmente o público masculino”, acrescenta.


Para obter maior precisão, o sistema possui dois cabeçotes, um deles patenteado pela marca: a Caneta de Colágeno. Um cabeçote que permite o mínimo contato com a superfície da pele, o que facilita a aplicação e a adaptabilidade aos diversos contornos e perfis do rosto de cada paciente durante o procedimento. O procedimento não invasivo é realizado em um consultório médico, sem a necessidade de anestesia, cirurgia, cortes ou internação. O tratamento é confortável e rápido e as mudanças podem ser observadas imediatamente na aparência da pele, embora os resultados finais possam ser vistos após algumas semanas.

Material original: Asterasys Iberia

Pin It on Pinterest

Olá! Bem vinda (o)!